Saiko – O Bardo Faeryn

Um dos povos mais antigos de Umdaar, e um dos que mais sofre na mão dos Mestres de Umdaar, os Faeryn são seres ligados à natureza, de corpos esguios e poderosa magia. São combatentes terríveis e grandes mestres da magia perdida de Umdaar, além de conhecerem segredos sobre as terras de Umdaar de antes da era dos Demiurgos. Não à toa são caçados pelos Mestres de Umdaar: qualquer tipo de conhecimento que eles possam usar para dominar o mundo deve ser deles. E isso só poderia resultar em ser um dos povos mais próximos da extinção de Umdaar.

Mas isso não impede alguns deles de se aventurar. Um deles é Saiko nehim Shantar, Saiko filho de Shantar, segundo ele próprio um pesquisador, arquivista, estudioso, cronista, musicista e contador de histórias, passou a procurar contar e catalogar a história de Umdaar.

Uma das histórias que ele quer registrar é a trágica história do guerreiro caído Nakai, um escravo e gladiador que inflou seu povo contra um dos Mestres de Umdaar, apenas para ser humilhado e transformado em um Mephitum, um Homem-Gambá, humilhado por todos os que procurou ajudar.

Galante e fanfarrão, Saiko procura estar sempre bem-vestido, nunca dispensando a capa e o chapéu emplumado, sua rapieira à cintura e as botas verdes. Mas sua melhor função é descobrindo coisas e estimulando os demais, entoando as canções lembrando de feitos e históras do passado.

Informações Iniciais

  • Bioforma: Faeryn - Energy Men
  • Classe: Bardo - Cortier

Aspectos

Tipo Aspecto
Conceito: Um Galante Bardo Faeryn a procura de Histórias e de Glória
Motivação: Devo descobrir todas as histórias que existem em Umdaar
Pessoal: Fanfarrão e Sorridente, mesmo no pior da pressão
  Um dos últimos do povo Faeryn
  A história trágica de Nakai merece e deve ser contada

Abordagens

Abordagem Nível
Ágil: Regular (+1)
Cuidadoso: Medíocre (+0)
Esperto: Razoável (+2)
Estiloso: Bom (+3)
Poderoso: Regular (+1)
Sorrateiro: Razoável (+2)

Façanhas: [Recarga: 3]

  • Canções Inspiradoras: desde que possa ser ouvido e sacrifique suas Ações, inclusive Defesas, pode oferecer +2 como bônus a todos os aliados visíveis em qualquer ação. Considerado uma ação de Trabalho Em Equipe;
  • Canções de Amor e de Guerra: recebe +2 ao Criar Vantagens de Maneira Estilosa usando suas canções para lembrar de coisas do passado ou inspirar;
  • Rapieira: No início de um Conflito, como Ação Livre, pode tentar Criar uma Vantagem de Maneira Estilosa demonstrando o quão impressionante é em combate.

Delaware – O Atirador

Os Mestres de Umdaar precisam de guerreiros e tenentes. Alguns eles obtém em meio a escravos, mas outros são contratados a partir de povos locais. Existem até aqueles que legitimamente acreditam que os Mestres de Umdaar desejam o bem a seus povos, e que os escravos são subversivos, raivosos e criminosos em geral.

Delaware foi um desses homens.

Criado em uma família alinhada a um dos Mestres de Umdaar, foi treinado desde sempre como soldado, até o ponto de ter se tornado um dos lugares-tenentes do Mestre, recebendo ordens diretas do mesmo e com habilidade poderosa em combate. Não à toa recebeu do mesmo um Rifle de Plasma dos Demiurgos, usando-o com competência para abater criminosos e subversivos….

Até que ele percebeu a verdade.

Um certo dia, depois de voltar de uma missão, encontrou sua casa vazia. Seu pai, mãe, irmãos… Todos desaparecidos. Nenhuma mensagem. Nada.

Ele procurou e procurou, quando encontrou um antigo diário de seu pai, e percebeu que na realidade ele procurava derrubar o Mestre. Ele sabia dos crimes do mesmo, de como ele usava escravos em experiências, de como crianças eram usadas como alimento para feras.

Perdido e desiludido com o Mestre, Delaware abandonou suas fileiras, com o objetivo de encontrar sua Família.

Se o Mestre capturou a mesma, certamente não o revelaria: Delaware sempre foi muito forte e seria capaz de provocar uma insurgência contra o Mestre.

Caso contrário, seu Pai poderia estar vivo ainda em algum lugar entre os Povos da Luz, a aliança de pessoas que enfrentam os Mestres.

Armado apenas de seu Rifle, ele tornou-se um mercenário, procurando pistas. Obviamente isso o colocou em contato com os Povos da Luz, e muitos deles têm ressentimentos (justificados, claro) contra ele, devido ao que fez no passado.

Não obstante, seu objetivo é descobrir o que aconteceu com sua família.

E se o Mestre foi o responsável por seu desaparecimento, Delaware jurou colocar o mesmo sob a mira de seu rifle.

Informações Iniciais

  • Bioforma: Humano - Humanoid
  • Classe: Atirador - Fighter

Aspectos

Tipo Aspecto
Conceito: Um Guerreiro Humano de passado obscuro que não erra seus ataques
Motivação: Devo descobrir o motivo do desaparecimento de minha família
Pessoal: Passado como parte das tropas dos Mestres de Umdaar
  Meu Rifle de Plasma é minha vida
  Uma verdade dolorosa ainda é melhor que um sorriso falso

Abordagens

Abordagem Nível
Ágil: Razoável (+2)
Cuidadoso: Bom (+3)
Esperto: Regular (+1)
Estiloso: Medíocre (+0)
Poderoso: Razoável (+2)
Sorrateiro: Regular (+1)

Façanhas: [Recarga: 3]

  • Rifle de Plasma
    • Rifle: Uma vez por cena, você recebe +2 ao Criar Vantagens de Maneira Cuidadosa para bloquear o avanço de um inimigo, dando tiros de advertência ou usando fogo supressivo
    • Plasma: Sempre que for Bem-Sucedido com Estilo ao Atacar usando o Rifle, pode sacrificar o Impulso para colocar um objeto ou defensor Em Chamas, como um Aspecto com uma Invocação Gratuíta, desde que esse objeto ou defensor seja Inflamável
    • Tiro Rápido: Se for Bem-Sucedido com Estilo ao Atacar usando o Rifle, pode sacrificar o Impulso para atacar novamente, seja um outro alvo ou o mesmo

Saiko – O Bardo Faeryn

Um dos povos mais antigos de Umdaar, e um dos que mais sofre na mão dos Mestres de Umdaar, os Faeryn são seres ligados à natureza, de corpos esguios e poderosa magia. São combatentes terríveis e grandes mestres da magia perdida de Umdaar, além de conhecerem segredos sobre as terras de Umdaar de antes da era dos Demiurgos. Não à toa são caçados pelos Mestres de Umdaar: qualquer tipo de conhecimento que eles possam usar para dominar o mundo deve ser deles. E isso só poderia resultar em ser um dos povos mais próximos da extinção de Umdaar.

Mas isso não impede alguns deles de se aventurar. Um deles é Saiko nehim Shantar, Saiko filho de Shantar, segundo ele próprio um pesquisador, arquivista, estudioso, cronista, musicista e contador de histórias, passou a procurar contar e catalogar a história de Umdaar.

Uma das histórias que ele quer registrar é a trágica história do guerreiro caído Nakai, um escravo e gladiador que inflou seu povo contra um dos Mestres de Umdaar, apenas para ser humilhado e transformado em um Mephitum, um Homem-Gambá, humilhado por todos os que procurou ajudar.

Galante e fanfarrão, Saiko procura estar sempre bem-vestido, nunca dispensando a capa e o chapéu emplumado, sua rapieira à cintura e as botas verdes. Mas sua melhor função é descobrindo coisas e estimulando os demais, entoando as canções lembrando de feitos e históras do passado.

Informações Iniciais

  • Bioforma: Faeryn - Energy Men
  • Classe: Bardo - Cortier

Aspectos

Tipo Aspecto
Conceito: Um Galante Bardo Faeryn a procura de Histórias e de Glória
Motivação: Devo descobrir todas as histórias que existem em Umdaar
Pessoal: Fanfarrão e Sorridente, mesmo no pior da pressão
  Um dos últimos do povo Faeryn
  A história trágica de Nakai merece e deve ser contada

Abordagens

Abordagem Nível
Ágil: Regular (+1)
Cuidadoso: Medíocre (+0)
Esperto: Razoável (+2)
Estiloso: Bom (+3)
Poderoso: Regular (+1)
Sorrateiro: Razoável (+2)

Façanhas: [Recarga: 3]

  • Canções Inspiradoras: desde que possa ser ouvido e sacrifique suas Ações, inclusive Defesas, pode oferecer +2 como bônus a todos os aliados visíveis em qualquer ação. Considerado uma ação de Trabalho Em Equipe;
  • Canções de Amor e de Guerra: recebe +2 ao Criar Vantagens de Maneira Estilosa usando suas canções para lembrar de coisas do passado ou inspirar;
  • Rapieira: No início de um Conflito, como Ação Livre, pode tentar Criar uma Vantagem de Maneira Estilosa demonstrando o quão impressionante é em combate.